Total de visualizações de página

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

A "maldição da lei" ?


Beny Zahav

Quantas vezes nós ouvimos de certos grupos cristãos principalmente os evangélicos de estarmos debaixo da "Maldição" da lei (Torá) por que nós judeus ou alguns grupos de cristãos são observantes da lei (tora), todos estes evangélicos certamente dirão para você esta frase como um aviso: "cuidado! Se você debaixo (obedecer) à lei (Torah), você cairá da graça, e está sob a maldição da lei (Torah)”.
Considere isto é como se estas pessoas estivessem dizendo assim para você: para que você obtenha a graça de D'us você tem que desobedecer a lei (tora). Você deve roubar assassinar, enganar, fazer o dia que quiser como bem entender sagrado e não os dias que D’us determinou, determinar aquilo o que é bom pra você comer como quiser e não o que D’us instruiu para você e etc. Isso é verdadeiro? Não! Por causa de Deuteronômio 18, um judeu ou um crente na palavra de D’us deve rejeitar estas doutrinas cristãs em geral.
Os cristãos em geral têm uma mente Greco-Romana na sua forma de pensar, eles têm a tendência de separar as instruções de D’us na Torá em quatro seções de leis, e sem compreender, e não há nenhum precedente para estas divisões dadas nas escrituras.
A maldição da Torá (lei) não se aplica àqueles que a obedecem, mas àqueles que violam a tora (lei). Desde que a maioria de pessoas viola em algum ponto ou em outro, a maldição da morte cai em todos. Então, pois a maldição da morte que foi colocada em Yeshua o cordeiro de D’us em beneficio expiatório para que se cumpra a lei do sacrifício e assim todo o Israel e a humanidade tenha a benção da vida eterna. Isto é para aqueles que tomam parte desta cruz (lei do sacrifício expiatório).
SE maldição da lei cai em todos que violam a Torá, no entanto as doutrinas de homens teimam em dizer que aqueles que sequem a Torá (lei) estão debaixo de maldição, então quem deve temer a maldição da lei?
Que Yeshua disse sobre estas pessoas? Está em Mateus 5:18-19: "Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da Torá (lei) um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido. Qualquer, pois, que violar um destas mitzvot (mandamentos), por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar serão chamados grandes no reino dos céus.”.
O sacrifício de Yeshua pode cobrir a desobediência, mas vem com um custo ao crente em seu nome e seu sacrifício, pois somos salvos para obedecer e não para ensinar a desobedecer às leis de D’us o Reino de D’us e um reino que tem regras e leis e estatutos e ordenanças. Considera o que está escrito sobre algumas palavras de Yeshua o Messias em Mateus 7:19 – 23:
"... Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Adon (Senhor), Adon (Senhor)! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Adon, Adon, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que não praticais a torah (praticais a iniquidade- sem lei)."
As pessoas nestes versos têm duas características preliminares:
1) Estas pessoas tinham dons espirituais. Eram Profetas (acreditavam que estavam falando de D’us), Exorcistas, faziam milagres e etc. Não há nada errado com os dons "espirituais"; Mas isto não significa nada em relação a sua salvação em geral, a sua salvação está baseada na sua obediência e fidelidade aos mandamentos de D’us.
2) Uma outra característica destas pessoas citadas nesta passagem é - quando supostamente sob a influência do espírito santo de D’us – ensinavam contra e/ou desobedecer à vontade revelada do Pai, que está na Torah. Faziam o que bem entendiam sem a lei de D’us. Reivindicam ouvir a voz de D’us pelo discurso de suas palavras, mas estão ouvindo realmente de outro.
As últimas palavras em Mateus 7:23 também devem servir como um aviso: "Eu Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” A palavra grega, "anomia," usada aqui para iniquidade significa literalmente sem lei ou sem Torá;
ανομια [anomia] (Substantivo feminino). De ανομος [anomos] (α [a] -como uma partícula negativa- "sem", e νομος [nomos] ("lei" = "sem lei"). Negação da lei. Ilegalidade, falta de conformidade com a lei, violação da lei, desacato à lei, iniquidade, "ausência da lei; ausência de Torah
Pra finalizar considere o que está em Deuteronômio 30:09 - 16; “Então Adonay teu Deus te fará prosperar grandemente em todas as obras das tuas mãos, . quando obedeceres à voz de Adonay teu Deus, guardando os seus mandamentos e os seus estatutos, escritos neste livro da lei; quando te converteres á Adonay teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma. Porque este mandamento, que eu hoje te ordeno, não te é difícil demais, nem tampouco está longe de ti. Mas a palavra está mui perto de ti, na tua boca, e no teu coração, para a cumprires... Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal..."
O que é "MANDAMENTOS" (Mitzvot) mencionados neste verso? É a compreensão dos cinco livros da Torah.

Um comentário:

Gentios-Messiânicos disse...

Mto bom. Concordo com vc.