Total de visualizações de página

terça-feira, 24 de julho de 2012

É o Messias um Elohim? (O Messias é Deus?)





Certa vez um leitor perguntou:

Você crer que o filho do Senhor veio à Terra conforme mencionado nos Salmos 2 por Davi, ou não? Você está negando a divindade de Jesus (Yeshua)?

Segue a resposta:

Sim, de fato eu acredito que (como muitos outros, e nazarenos Yahwists) que ele veio a terra e era o Filho de Javé, mas ele e Javé não eram os mesmos. Esta linguagem de King James, que veio era o Filho de Deus, não o próprio Deus. O que acontece aqui é que há uma confusão de termos sutil. Esta confusão é baseada em uma compreensão limitada do significado da palavra hebraica "Elohim", que foi mal traduzida principalmente como "Deus".

Definitivamente, aqueles que acreditam na Santíssima Trindade (com algumas exceções) quando dizem que o Messias "é Deus "não estamos dizendo que o Messias é o mesmo Pai, mas o que eles estão dizendo que" o Pai é Deus, Deus o Filho, e o Espírito Santo é Deus.” E em tudo isso é uma confusão de termos, vou tentar esclarecer um pouco, por alguns instantes. Deixe as Escrituras Hebraicas:

Em Isaías 45:5 o Senhor mesmo diz que ele é o Elohim, e que não fora Elohim outro. OK? No entanto Sim...

No Salmo 08:05 é chamado de Elohim para Malakim. (Queen traduz: anjos.).
Em Gênesis 23:06 é chamado de Elói a Abraão. (Nesi Elói Elói = Prince.).
Em Êxodo 07:01 Elói é chamado de Moisés. (“King:”. Eu te fiz deus [Elói] a Faraó”.
Em Êxodo 21:6 é chamado de Elói aos juízes de Israel. (Queen:”. Seu amor vai trazê-lo perante os juízes [Elói]”.
No Salmo 82:6 são chamados de servidores de Yahweh Elohim. (Queen, "Eu disse: Vós sois deuses [Elói].”.
Em 2 Coríntios 4:4 Satanás é chamado de "o deus [Elói] de, neste século.”.
E em João 1:1 [traduzido corretamente] Elói é chamado a Palavra, mas não "Elohim", mas "Elói", no sentido de "uma divina, poderoso, ou celeste, como Malakim.”.

Mas o apóstolo Paulo coloca a tônica da teologia messiânica original do século primeiro, quando ele diz (King James version): "Pois, embora haja também alguns que se chamem deuses [Elói], quer no céu quer na terra (como há muitos deuses [Elói] e muitos senhores [Adonim]), para nós há apenas um Deus, o Pai”.

Aviso que ele não disse: "Pai, Filho e Espírito Santo". Ele disse: O Pai. "" Para nós há um só Elohim, o Pai”.
Isso não me diga, o que o apóstolo Paulo (Shaul). Para que a palavra "Elói" seja aplicada a certos seres criados, isto é apenas em um sentido secundário, no sentido de que eles são seres poderosos e virtuoso, celestiais, ou investido de autoridade. Mas, em sentido pleno, absoluto e exclusivo da palavra, há um Elohim, o Pai.

O próprio Messias disse em oração ao Pai: "Esta é a vida eterna: que te conheçam a ti o único Deus [Elohim] true, e Yeshua, o Messias, a quem enviaste "(João 17:3).

A compreensão defeituosa desses conceitos é o que levou ao desenvolvimento da teologia trinitária e do desenvolvimento de um contrário messiânología cristã para o sentido original do que Paulo ensinou as Escrituras Hebraicas e inspirado.

Leitores que acreditam de maneira diferente, por favor, não ficar com raiva de nós porque apresentar apenas o que dizem as Escrituras Hebraicas a respeito da divindade, a fé hebraica é a fé original de Israel e da comunidade messiânica do primeiro século. Compreensão trinitária veio mais tarde, quando Roma assumiu o controle da teologia messiânica. Isto é o que você encontrar nos livros de história da Igreja Cristã.

***Texto enviado por Gilnei Barbosa extraído do site http://www.raiceshebreas.info*** 

Um comentário:

Anônimo disse...

Pois bem,gostaria de algumas explicações....
Porque Jesus recebeu adoração?
Porque perdoou pecados (só Deus poderia)?
Que Estêvão viu ao olhar para o céu?
O que Tomé falou, quando Jesus mostra as marcas?
Porque batizar em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo?
Dentre outras coisas.....
Um abraço, aprender é uma virtude, tanto como ensinar.